“Viver no amor à ação e deixar viver na compreensão do querer alheio, é a máxima fundamental de seres humanos livres.”

Rudolf Steiner

Certa vez, referindo-se a nós dois, um amigo querido chamou-nos de “pequenos buscadores”. No contexto daquela conversa, “grandes buscadores” seriam os iniciados, sábios, guias da humanidade.

 

Me identifiquei com o termo. Sinto-me sim uma “pequena buscadora”.

Buscadora de desenvolvimento. Do autodesenvolvimento, pois na minha visão, sem trabalhar em si próprio nada acontece – apenas “passamos” pela vida. E do apoio ao desenvolvimento daqueles que me dão a honra do convite para que eu os acompanhe na sua jornada.

 

Buscadora incessante. Com uma fé inabalável de que há um caminho a ser trilhado, ainda que muito particular para cada um e que não necessariamente revelado – cabendo a cada um construí-lo. Cada um tem o seu. Inclusive eu.

 

Buscadora compassiva. Venho trilhando meu caminho e convivendo com as “dores e delícias” do crescimento. Reconheço em mim muitas das dores do outro, o que me ajuda a genuinamente “ver” o outro.

 

No meu caminhar, tive o privilégio de encontrar algumas referências estruturantes. Pessoas e filosofias. Hoje esse caminhar é pautado pela Antroposofia e pelo Goetheanismo. Ou talvez por Rudolf Steiner e por Johann Wolfgang von Goethe, as pessoas por detrás destas visões de mundo (tenho mais facilidade em relacionar-me com as filosofias de mundo se me relaciono com as pessoas por trás delas).

 

A Antroposofia é para mim o arcabouço em que eu baseio minha retidão de conduta, a partir da qual derivei as leis nas quais embaso a minha vida. Ou, dita de outro modo, a minha moral.

 

O Goetheanismo é para mim a prática da Antroposofia, ou o colocar da Antroposofia na prática. É o método que, ao meu ver, dá vida à vida. Está em fluxo com a vida.

“Só se tem medo quando não se está de acordo consigo mesmo.”

Herman Hesse

Sobre Patricia Busatto

Trabalho com desenvolvimento humano e relações pessoais em diversas formas e âmbitos desde 2009, depois de várias experiências no campo profissional corporativo (em áreas de operações, consultoria de gestão, TI, recrutamento de executivos).

 

Comecei esse caminho cuidando de indivíduos e seus desafios específicos, em processos de coaching. Em meu olhar para grupos, iniciei com processos de treinamentos e migrei para processos formativos, onde o foco é a co-construção de conhecimento com sentido para as pessoas em seus respectivos contextos de prática profissional. 

 

Atualmente tenho sido convidada a trabalhar processos de transformação de comunidade: de relações saudáveis entre as pessoas.

No mundo corporativo

Atuei por 17 anos em empresas multinacionais em áreas como estratégia, operações, TI e RH. Trabalhei para a Shell, Esso, Booz-Allen, Comgás, SpencerStuart e KornFerry.

 

Durante quatro anos na Korn/Ferry e SpencerStuart, liderei projetos de avaliação de executivos e projetos de recrutamento e seleção para posições sênior (CEO, VP´s, Diretoria, Gerência Geral) para clientes nacionais e internacionais em diversos setores. Gerenciei também projetos de redesenho organizacional e apoio ao desenvolvimento de times.

 

Na Booz-Allen, alguns exemplos de projetos que participei incluem a gestão de processos de privatização de telecomunicações (Bid, due-dilligence, PMI etc.), redesenho do modelo de refino para o Brasil, avaliação do setor de educação para investimento, entre outros.

 

Além do conhecimento de negócios envolvido em cada uma destas experiências, olhando para o que faço hoje, elas me permitiram conhecer cada vez mais os dilemas das pessoas envolvidas na liderança de projetos importantes, nas suas tomadas de decisão, nos impactos para a sua vida pessoal, etc. Me permitiram cada vez mais conhecer o ser humano por detrás dos executivos.

 

Na Comgás liderei a implementação do sistema de faturamento, com uma equipe superior a 100 pessoas. Na Esso e na Shell, mais no início de minha carreira, trabalhei com operações e TI.

Nos estudos e na vida

Sou graduada em Engenharia Eletrônica pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná, possuo MBA em Finanças pela PUC-RJ e especialização em Psicologia Social das Organizações pelo Instituto Sedes Sapientiae. Tenho formação em Consultores – O líder como facilitador pela Adigo, Coaching Integrado (ICI), com reconhecimento da International Coaching Federation, Formação em Aconselhamento Biográfico, pela Associação Sagres-SC e Mediação de Conflitos pela Trigon Entwicklungsberatung-Alemanha. Atualmente estou cursando o Mestrado em Filosofia – Prática Reflexiva Social, pela Alanus University - Alemanha.

 

O processo de estudo e aprendizado pra mim é como um constante afinar de um instrumento: algo que permite que eu esteja sempre preparada, no prumo, sensível para ler as situações que se apresentam a mim – sejam vivências próprias, sejam vivências de clientes, parceiros, etc. E este processo de estudo não se restringem apenas a ambientes de estudo “formais” (em cursos ou treinamentos), mas também às situações cotidianas – uma eterna postura de aprendiz.

 

Sou fluente em Inglês, e possuo domínio intermediário de Alemão e Espanhol.

Sou casada, e tenho duas filhas maravilhosas, que são a minha grande fonte de inspiração e aprendizado. Que vem de uma geração que está muito à frente da minha... Um delicioso desafio constante.

 

Além disso, atuo voluntariamente na Diretoria da Sociedade Antroposófica no Brasil, onde nosso principal desafio é fortalecer uma comunidade saudável, que atue efetivamente no mundo a partir dos conteúdos legados por Rudolf Steiner para uma pedagogia, agricultura, medicina, vida social, entre outros alinhada com as necessidades e desafios para o ser humano contemporâneo.

© 2016 by Patricia Busatto. Proudly created with Wix.com